Quem Somos

A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia, também conhecida, por Santa Casa da Misericórdia de Resende, Associação de fiéis, fundada em 1930, sita na vila de Resende, sede de concelho, é uma Instituição com o nome específico de Misericórdia, registada na Direção-Geral de Ação Social, inscrita no Centro Regional de Segurança Social, sub-região de Viseu, nos termos do número 1, do Artigo 49º, conjugado com o número 2, do Artigo 97º, do Estatuto das Instituições Particulares de Solidariedade Social, aprovado pelo Decreto - Lei n.º 119/83, de 25 de Fevereiro e, da alínea I), do número 6, do Despacho do Secretário de Estado da Segurança Social, número 6/83, de 20 de Maio, publicado no Diário da República, II Série, de 20 de Maio de 1983.

O registo do seu primeiro "Compromisso" foi efetuado, nos termos do número 3, do artigo 1º, do Regulamento aprovado pela Portaria n.º 234/81, de 05 de Março, no Livro das Irmandades das Misericórdias, sob o n.º 63/82, a folhas 77 e 77 verso, em 20 de Dezembro de 1982.

O Novo "Compromisso", foi elaborado ao abrigo do Decreto - Lei nº 119/83, de 25 de Fevereiro, alterado e republicado, em anexo, ao Decreto - Lei nº 172-A/2014, de 14 de novembro, que alterou o Estatuto Legal das IPSS, com aprovação da Cúria Diocesana a 09 de Julho de 2015. É membro associado da União das Misericórdias Portuguesas, sob o número 301, desde Janeiro de 1978

O seu número de Pessoa Colectiva é 501263870. 

O complexo urbano da Santa Casa da Misericórdia está localizado numa zona nobre da vila de Resende e bem delimitado. Para quem visita Resende, os edifícios onde funcionam as diversas valências da Santa Casa são notórios e as suas entradas estão bem sinalizadas com pórticos luminosos, grandes baluartes e, como sinal de progresso e desenvolvimento, indicadores duma Instituição de referência local, ao serviço de todos.

Visão

A Santa Casa da Misericórdia de Resende consciente do papel fundamental que as Misericórdias têm no combate à exclusão social, na assistência aos doentes e no apoio social aos mais carenciados e desfavorecidos, factores determinantes para a construção duma sociedade digna e justa, onde todos os indivíduos possam exercer os seus direitos de cidadania, ambiciona responder a essas necessidades através da:

 

  • Prestação de cuidados de saúde e de apoio social às pessoas idosas e em situação de dependência, portadoras de deficiência e doentes;

  • Promoção dos direitos da infância e juventude, prevenindo e contribuindo para a solução de situações susceptíveis de afectar a sua segurança, saúde, formação, educação ou desenvolvimento integral;

  • Prestação de cuidados continuados de saúde a cidadãos de qualquer idade com perda de funcionalidade ou em situação de dependência física ou mental;

  • Prestação de cuidados de saúde e apoio social ao cidadão no seu próprio domicílio;

  • Criação de mecanismos institucionais de combate à exclusão social, nomeadamente, apoio alimentar a várias famílias do concelho;

  • Prestação de apoio psicossocial a crianças e jovens da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens.

Missão

Política de Qualidade 

A Santa Casa da Misericórdia de Resende é uma Instituição de Misericórdia, com intervenção directa na área do concelho de Resende e que tem por missão satisfazer e dar resposta aos anseios dos cidadãos, na área social e, também, na área da saúde, em complementaridade e, de harmonia com as politicas e orientações do poder instituído, sem esquecer o seu cariz cristão de bem – fazer, tendo como lema o previsto nas 14 Obras de Misericórdia, fundamento do seu Compromisso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Busca contínua da Excelência na prestação de cuidados de saúde e apoio social e no bem-estar biopsicossocial de todos os cidadãos que recorram à instituição promovendo os valores humanos, éticos e religiosos

  • Satisfação dos clientes internos e externos.

 

Para tal, a Mesa Administrativa, e com o apoio de todos, compromete-se a:

 

  • Promover serviços de Excelência que permitam aos seus utentes um elevado nível de satisfação.

  • Assegurar a formação e motivação dos seus colaboradores com vista a alcançar a Excelência do seu desempenho.

  • Proporcionar a toda a comunidade institucional bom ambiente de trabalho.

  • Assegurar a melhoria da gestão administrativa e da comunicação interna.

  • Cumprir com os requisitos e melhorar continuamente o seu Sistema de Gestão da Qualidade.

  • Assegurar a conformidade com os dispositivos legais e institucionais.

  • Implementar, rever e comunicar a Política e os Objectivos da Qualidade a toda a organização, para que todos possam compreender e cumprir com os compromissos que ela estabelece.